terça-feira, 26 de maio de 2009

Socorro, amor!

Bom dia, boa tarde, boa noite... "A ausência tem me feito poeira" =)

Meu amigo Lino me "ordenou" que eu fizesse a letra de uma música para ele. Fiquei pensando como eu, sabendo mal arranhar um violão, entenderia rima para uma melodia, entenderia como colocar "espírito" num "corpo", como dar a luz numa canção juntamente com ele. Sempre me senti tão incapaz e tão pequena perante a Música; a música tem uma dimensão transcendental sobre nós. E esse mundo de compositores, poetas, sensibilidades mais que aguçadas, músicos, observações e absolvições extremadas, sinto ser muito para o meu “lugar habitável”.
Mas tentei, já que ordens para mim são pedidos.
E ele (graças às boas ninfas que ficaram fazendo bons fluídos), gostou.
Ligou-me dizendo: “Sua besta! Você não sabe do talento que tem. Eu adorei! É meio “bossa” meio “samba canção”, meio tudo meio nada. É especial”
Ele tem alma sensível. É músico!
Bem, aqui está o “experimento”. E eu, confesso estar louca para ver o que deu isso musicado.
Um beijo Lininho, tu és muito raro!

Socorro, amor!

Socorro, amor!
Eu estou com dor.
Ajude-me nessa empreitada
A vida é malvada
E o sonho é feito navalha

Eu estava procurando uma saída
Quando tropecei num labirinto
Logo fiquei aflita
Ao deparar-me com um infinito
As coisas mudavam de posições
E as portas pareciam grades
E havia homens em ações
Cometendo maldades

Eu corri desesperada
Não havia noite enluarada
Havia faca afiada
E eu, desorientada.

Socorro, meu amor!
Tire-me da dor.
Ajude-me nessa enroscada
A vida maltrata
E o sonho retarda.

Não quero mais essa coisa latente
Quero lua, pois está quente.
O sol escalda a pele
E o poro se repele

Socorro, amor!
Cadê seu músculo?
Eu só tenho corpúsculo
E nada mais
Tudo que eu tinha ficou lá atrás.

O assombro me levou a alma
Os órgãos e as vísceras
As verdades inventadas
E as mentiras vividas

Eu não sei como sair
Dessa viagem demente
Sei que sinto um calor efervescente
E desse labirinto só você pode me salvar

Socorro, amor!
Ajude-me a me achar...

Daniella Paula

12 comentários:

Fábio disse...

Dani... vc é capaz de tudo!
parabéns é lindo

saudades
Fábio

•.¸¸.ஐBruneLLa França disse...

Nega, a letra da música ficou demais! Fiquei aqui tentando cantar... =P

Parabéns mesmo!


Beijos e borboleteios

irineu xavier cotrim disse...

vim fazer uma visita

Felipe Braga disse...

Olá... passando pela primeira vez por aqui e já me deparo com um belo post. Linda letra mesmo, quando escrever mais posta ae!
Também fiquei tentando cantar. rs

Aparecida Brasileiro disse...

Menina! Sempre apareço para saborear estas suas palavras. Gosto muito do que tu escreves.

idayane disse...

Daniiii... adoreii..
parabéns...

Jackeline Montibeler disse...

É uma 'música' linda... =)
amei cada verso...

vc tem talento menina! ah tem!

Joana disse...

Dani, tenta postar com mais frequência!

Beijos

Joana

penelope disse...

Menina
que coisa mais linda de se ler!!!
Adorei ter te conhecido...
vc é demais
beijos

Nelba Andrade

Lara disse...

Moça, me senti lisongeada com suas palavras. Deveras o Cai é bem mais do que as minhas palavras puderam expressas.
Obrigada pelas doces e sinceras palavras!

E a propósito, também gostaria de ouvir música, rs!
parabéns pelos lindos textos!

um beeijo

metamorfosear disse...

Os lindamente versos, foram sorrateiramente hibernados

Isaac Melo disse...

Querida Daniella,
como é riquíssimo este teu espaço, e só agora vim a conhecer. Saiba que também muito admiro os teus escritos. És uma grande escritora!

Um grande abraço!